terça-feira, 17 de outubro de 2017

"MANUAL DEFESA DA FÉ CRISTÃ": OS NÚMEROS DAS VISUALIZAÇÕES :

.
.




Tendo sido lançado, no final de Abril, até a presente data o número de visualizações dos três volumes, no meu blog MISSÃO IMPACTAR, somam mais de 15 MIL. E se contarmos os textos da divulgação, são mais de 20 mil; o que corresponde a mais de vinte por cento das visualizações do blog desde quando foi criado, alguns anos atrás.
Como se trata de uma DEFESA da fé e da conduta cristãs, como da expressão das mesmas, parece que, nesse mundo tão tenebroso em que vivemos, isso incomoda muita gente.
E esses tais (Pessoas, grupos e redes sociais.) querem nos silenciar, o que seria natural num regime totalitário. No entanto, inconcebível e totalmente questionável, numa democracia.
A menos que estejamos em vias de padecermos com uma nova DITADURA; a ditadura (comportamental) das minorias.

CANTARES DO APRENDIZADO DO AMOR


"Ó tu, que habitas nos jardins, os companheiros estão atentos para ouvir a tua voz; faze-me, pois, também ouvi-la."
 (Cânticos dos Cânticos de Salomão 8:13)

Uma vez você falou
que nada fala
mais alto que o silêncio 
(Dentro de um abraço
)

Minha linda Pastorinha,
violãozinho delicado,
qual emblemáticas sãos as despedidas

que não se configuram um Adeus

Sim, quem parte sempre
leva saudade
de alguém 


Por isso,
é preciso ir,
mas, ter pra quem voltar. 


quarta-feira, 11 de outubro de 2017

SETE ASPECTOS DO ATAQUE À FÉ CRISTÃ, NESSE FIM DOS TEMPOS.

.

 I - A CONFIGURAÇÃO DO FIM DOS TEMPOS:
O meu leitor mais assíduo sabe o quanto o ministério apologético, na  DEFESA DA FÉ CRISTÃ, tem sido preponderante na minha atividade de escritor.
Não é sem causa.
Afinal, tem crescido assustadoramente nesses últimos anos o COMBATE À NOSSA FÉ, mormente nas redes sociais. Não bastasse a perseguição em países de maioria (E até mesmo de minoria.) islâmica e outras. Perseguição esta que vem impondo o sofrimento e o martírio a dezenas de milhares de nossos irmãos, ano após ano.
Uma breve navegação em sites e páginas como da ECOANDO A VOZ DOS MÁRTIRES e também da MISSÃO PORTAS ABERTAS  (Assim como a busca de informação sobre a JANELA 30/40.)  poderá dar ao iniciante uma NOÇÃO de como a coisa  se configura. Pois “o ódio das nações” (Conforme previu e nos preveniu Jesus.) e o crescimento do número de homens se tornando “inimigos de Deus e de tudo que é bom”, diria o apóstolo Paulo, evidenciam os tempos pré-Apocalípticos em que vivemos.   
A VANTAGEM DO CRISTÃO (Autenticamente bíblico, óbvio.) está em saber, de antemão, o FIM DA HISTÓRIA. Tudo está previsto e predito nas Escrituras. E se o Sermão Profético de Jesus (EVANGELHO DE MATEUS, capítulos 24 e 25.) já é uma gritante realidade, faltando apenas o advento da Sua (segunda) Vinda, tudo parece apontar para a iminência dos outros ANTECEDENTES. É o que nos salta aos olhos a leitura dos acontecimentos deste século XXI, conjugada à leitura atenta de LIVRO DO PROFETA DANIEL, capítulo  12, SEGUNDA CARTA AOS TESSALONICENSES 2, SEGUNDA CARTA A TIMÓTEO 2:1-5, LIVRO DO APOCALIPSE, capítulos 12 e 13, LIVRO DO PROFETA ZACARIAS 12 (E este, exponencial no seu retratar o fim da História.), entre outras passagens. Ainda que sucintamente,  procuro neste artigo apontar, no que diz respeito ao ataque à fé cristã, o MODUS OPERANDI  DE ALGUNS GRUPOS;  e de como saber aos mesmos responder. 
.
II – IDENTIFICAÇÃO.
Necessariamente nessa ordem, verifica-se o ataque explícito à fé cristã nas redes sociais (e das mais variadas formas) pelos seguintes grupos: islâmicos, ateus e satanistas.
QUASE RARO (Mas, acredito que apenas por enquanto.) encontrarmos representantes do último (SATANISTAS) assumidamente empenhados na tarefa. A tendência natural (Já que o Diabo é o pai da mentira, disse Jesus.) é que os mesmos se disfarcem de ateus ou de religiosos não cristãos. Embora também possam (E por que não, se o Diabo se disfarça em anjos de luz, nos adverte Paulo?) se mascarar e  infiltrarem-se em nosso meio. E qual o  intuito? O  de  levantarem questões que não tragam edificação; antes, dúvidas e escândalos, assim como  promoção dos mesmos. Suas postagens, em se tratando das redes sociais, irão fugir pouco dessa regra. As suas ações práticas (e veladas) são as mais danosas.
Os ATEUS são mais explícitos na sua “confissão” e militância anti, dizem, porém comportalmente religiosa. São inúmeros os seus grupos, infiltram-se em outros, especialmente os cristãos, tentando, no geral, opor a Ciência à Religião e desacreditar o Cristianismo ética e filosoficamente. E, óbvio, que entendem por Cristianismo apenas o histórico e institucionalizado principalmente através da Igreja Católica e protestantes. O agravante (contra a nossa fé) é que esse “Cristianismo”, com as suas formas não e até anticristãs, não é mesmo biblicamente defensável. Como também não são biblicamente defensáveis algumas práticas atuais, mormente as do movimento neo-pentecostal: confissão positiva, teologia da prosperidade, sincretismo religioso etc. e etc.
Todavia, é no ISLAMISMO que encontramos o mais significativo ataque. Fato talvez explicado pelo seu contingente. Enquanto ateus somariam quase  5% dos 7,9 bilhões dos habitantes do planeta (Cerca de 350 milhões.), o Islamismo é a religião mais cresce. E já ocupa, na Europa, o vazio espiritual deixado por uma igreja cristã apenas nominal e sem o amor apologético da verdade. Estima-se que seja 1,6 bilhão o número de muçulmanos no mundo atualmente.
.
III – AS FORMAS & IMPLICAÇÕES DOS ATAQUES EM SI:
A pessoa e os ensinos (morais) de JESUS CRISTO, dado o fortalecimento da potestade Anti-Cristo no seio da humanidade; a IGREJA ou a “religião” cristã;  as Sagradas Escrituras (Leia-se: BÍBLIA.): são os ALVOS PREFERENCIAIS. E, logicamente, os cristãos; os quais podem ser moral e fisicamente agredidos. Como estamos tratando do assunto ao nível apologético, vamos pontuar o essencial deste ataque nas redes, especialmente nos GRUPOS DE DISCUSSÃO e mesmos em nossas comunidades, quando alvo de infiltração. Todavia, A PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA, fora do Ocidente, e a ICONOCLASTIA (Desrespeito ao que seria sagrado para as religiões ditas cristãs.) acentuada no Ocidente são as maiores marcas (e mancha) desse nosso tempo. E triste é saber que menos de dez por cento dos cristãos brasileiros têm isso na devida conta. Até porque haja confissão positiva, teologia da prosperidade, questões inócuas levantadas pelos desigrejados, etc. para se ocupar a mente, em detrimento, p.ex., do drama cada vez mais crescente da Igreja Perseguida.    
.
1 - À PESSOA E AO ENSINO DE JESUS CRISTO:

O ATEU tenderá negar a Sua existência real e histórica. Para os mesmos, Ele seria uma invenção religiosa, assim como a existência de Deus, vista como uma forma de manipulação das mentes e das massas.
A validade dos seus ENSINAMENTOS MORAIS ou da moral judaico-cristã vem sendo veementemente detratada e isso se explica: a nossa moralidade segue na contramão da i/moralidade atual e sua adesão ao que as Escrituras bíblicas definem como ABOMINAÇÃO, principalmente as perversões sexuais. E para uma sociedade em vias de SODOMIZAÇÃO e já flertando (implícita ou explicitamente) com a PEDOFILIA, à volta aos parâmetros comportamentais da moral judaico-cristã soa como uma ameaça e ameaça a ser debelada. E HAJA MÍDIA, arregimentada para que tal se suceda!
Não irei entrar no mérito Ciência X Religião ou Religião e Ciência, dependendo do  prisma pelo qual o tema ou a questão poderia ser vista. E como tudo termina numa prática social (Comportamento.), normalmente, quando em discussão com esse grupo e outros, eu proponho o seguinte:
PENSE numa sociedade sem homicídio; roubo; desrespeito, antes, a valorização dos pais e do idoso.
PENSE na relação conjugal sem a infidelidade.
PENSE nas relações humanas, em todos os seus níveis, sem a mentira.
Ora, sem insistir na devida adoração a Deus e na observância do justo descanso, após a semana de trabalho, estamos voltando aos DEZ MANDAMENTOS (Livro de Êxodo, capítulo 20).
Haveria alguma prática social melhor? Algum movimento filosófico propôs isto? Alguma comunidade, senão as cristãs, têm isso como um IDEAL? Acrescente, pois, a tudo o amor ao próximo (O semelhante.) como a si mesmo. Eis a ética do Evangelho de Jesus Cristo, sem se levar em conta o seu maior fator de inspiração, que é o amor a Deus sobre todas as coisas.
.
O SATANISTA certamente a isso se oporá. Não falo daqueles que julgam conhecer o Diabo, mas, o fazem de maneira ilusória. Falo dos que até podem conhecê-lo; de acordo com o perfil traçado do mesmo pelas Escrituras (Terrível: a Serpente que assim surge e tem o seu fim como o Dragão! ). E, ainda assim, infelizmente, o seguem.
Para AMBOS (E para todos.)  não há melhor resposta (Contra os ataques à pessoa de Cristo e o valor do Seu ensino.) do que a realidade de Jesus em nossas vidas. Eu, particularmente, para atingir em cheio a descrença de um ateu ou o desprezo a Deus de um satanista convicto, apresso, para início e fim de conversa, em testemunhar do vi e ouvi, diria João, o Apóstolo. Pois já vi com os meus olhos e ouvi com os meus ouvidos mais de dez irmãos que morreram e foram ressuscitados por Jesus Cristo! E eu mesmo, há 40 anos, fui curado de uma hemorragia interna, sem chance alguma para a Medicina. Portanto, não creio apenas em milagres. Eu sou um milagre; e devo a um milagre mais de oitenta por cento dos meus atuais anos de vida!
Posso, portanto, testemunhar: “JESUS CRISTO É O MESMO, ONTEM, HOJE E O SERÁ ETERNAMENTE”! (Carta aos Hebreus 13:8).
.
UM ISLÂMICO tende a variar em seus ataques à pessoa e ao ensino de Jesus. E isso depende da compreensão que ele tem da sua própria religião e do que julga saber sobre a nossa fé. O ALCORÃO, quando bem entendido, é mais CAPCIOSO em relação à pessoa de Jesus e não questiona a moralidade judaico-cristã. O CONFLITO, no entanto, se estabelece dado o fato de que Maomé  jamais a observou; antes, pelo contrário. 
Na verdade, a conduta do profeta do Islamismo é biblicamente abominável, pois se trata da mesma dos hoje integrantes do Terror. É o que se apura no próprio Alcorão e nas Tradições Islâmicas. Muito embora o Islamismo reconheça como revelação de Deus (O qual, biblicamente falando, não pode ser Allah.) as seguintes Escrituras bíblicas: a Torah, o Evangelho e os Salmos (de Davi).
Jesus Cristo, porém, de acordo com tal religião, seria apenas um GRANDE PROFETA  ENVIADO DE DEUS e até mesmo o Messias e o Verbo divino (ALCORÃO, Sura 3:45). Não passaria, porém, de um mero ser humano; não podendo, de acordo com tais prerrogativas, ser o  Deus e o Redentor bíblico que Ele é.
Nas redes sociais, mormente nos grupos de debates, lidamos como UMA ENXURRADA DE POSTAGENS questionando e tentando negar a Deidade e Redenção através de Jesus Cristo. No entanto, trata-se de doutrinas fundamentais do Cristianismo autenticamente bíblico. A REFUTAÇÃO dos pressupostos islâmicos implica num conhecimento aprofundado das Escrituras e no essencial das suposições do Alcorão a respeito de Jesus Cristo. Lendo o meu MANUAL DEFESA DA FÉ CRISTÃ (Contra Os Ataques do ISLAMismo), tal refutação é facilitada.
.
2 - Á FÉ (OU “RELIGIÃO”) CRISTÃ:
Sou de opinião de que nada que não seja biblicamente defensável pode ser chamado de Cristianismo autêntico. E este é o único defensável, biblicamente falando. Pois
-  existia desde ETERNIDADE, no propósito de Deus e como solução para a QUEDA (PRIMEIRA CARTA DE PEDRO 1:17-20);
-  encontra-se nas Sagradas Escrituras (Leia-se: Bíblia.) desde a PRIMEIRA PROFECIA SOBRE O MESSIAS NA TORÁ (Livro de Gênesis, capítulo terceiro);
-  foi apontado profética e simbolicamente no SISTEMA DE SACRIFÍCIOS SUBSTITUTIVOS, observado antes (Abel, Noé, Abraão, Moisés, etc.) e depois instituído na Lei (LIVRO DE LEVÍTICO, etc.);
- E se no cumpre no EVANGELHO, com a vinda do “Cordeiro de Deus que tira o pecado mundo”, palavras de João Batista sobre Jesus Cristo.
E, além disso, sua ética biblicamente aceitável está resumida (e consumada) no SERMÃO DA MONTANHA (Evangelho de Mateus, capítulos 5, 6 e 7).
Poucos ou quase nenhum ateu, satanista ou islâmicos sabe definir o que seja um cristão autêntico. Ora, se não sabem identificar o cristão, consequentemente, irão confundir sua fé cristã com:
i -  RELIGIÕES (Geralmente, o Catolicismo e as Protestante.);
ii - DENOMINAÇÕES religiosas; e estas são várias e diversas entre si em todo o mundo;
iii - SEITAS (Como, p,ex., a dos Mórmons e dos “Testemunhas” de Jeová.)
Cristãos autênticos podem até pertencer a alguma religião dita cristã e as denominações evangélicas. Nas Escrituras, porém, A VERDADEIRA IGREJA DE CRISTO e santuário do Espírito Santo  são apenas PESSOAS; no máximo, uma COMUNIDADE.
O CONCEITO de civilização, nação, estado (geopoliticamente definido ou organizado) ou sociedade cristã não é biblicamente aceitável. Até porque o próprio Jesus falou que o reino dEle não é deste mundo (EVANGELHO DE JOÃO 18:36). Cristãos formam, sim, uma nação composta de pessoas dos povos de todas as nações, entre as quais foram abolidas todas as diferenças e barreiras:
- “E, chegando-vos para ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa,
Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.
(...)
Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;
Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia.
Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma;
Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem.”
(PRIMEIRA CARTA DE PEDRO 2: 4-12)
.
“Portanto, lembrem-se de que anteriormente vocês eram gentios por nascimento e chamados incircuncisão pelos que se chamam circuncisão, feita no corpo por mãos humanas, e que
naquela época vocês estavam sem Cristo, separados da comunidade de Israel, sendo estrangeiros quanto às alianças da promessa, sem esperança e sem Deus no mundo.
Mas agora, em Cristo Jesus, vocês, que antes estavam longe, foram aproximados mediante o sangue de Cristo.
Pois ele é a nossa paz, o qual de ambos fez um e destruiu a barreira, o muro de inimizade,
anulando em seu corpo a lei dos mandamentos expressa em ordenanças. O objetivo dele era criar em si mesmo, dos dois, um novo homem, fazendo a paz,
e reconciliar com Deus os dois em um corpo, por meio da cruz, pela qual ele destruiu a inimizade.
Ele veio e anunciou paz a vocês que estavam longe e paz aos que estavam perto,
pois por meio dele tanto nós como vocês temos acesso ao Pai, por um só Espírito.
Portanto, vocês já não são estrangeiros nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e membros da família de Deus,
edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, tendo Jesus Cristo como pedra angular,
no qual todo o edifício é ajustado e cresce para tornar-se um santuário santo no Senhor.
Nele vocês também estão sendo juntamente edificados, para se tornarem morada de Deus por seu Espírito.”
(CARTA AOS EFÉSIOS 2:11-22)
.
O CONCEITO e a ÉTICA DIFERENCIADOS expostos mais acima se reptem Livro do Apocalipse. E fazer o oponente, num debate, reconhecer isso é o primeiro passo de uma EFICAZ REFUTAÇÃO.
Por  quê?
Porque a leitura política e historicista do “Cristianismo” que se institucionalizou destorce (E muito a fazem intencionadamente.) a verdade das Escrituras. E deixa a fé cristã no mesmo nível das religiões. Estas, fizeram guerras entre si; estabeleceram podres poderes políticos e até militar; apoiaram impérios e ditaduras; ao sistema escravocrata, etc. e etc. Tudo em nome de Cristo, o qual não ensinou nada disso.
Para início de conversa, JESUS JAMAIS ENSINOU A DEFESA OU A PROPAGAÇÃO FÉ CRISTÃ, ATRAVÉS DAS ARMAS. Antes, com a real possibilidade do martírio (Evangelho de João 16:1-2). Ele, os apóstolos e primeiros discípulos (Estevão e Tiago, inicialmente.) são  exemplo maior do que estou dizendo.
Como se vê, a melhor refutação está no chamado das pessoas daqueles três grupos e também os próprios cristãos (Visto muitos o serem apenas nominais.) ao estabelecido, desde o início, pelas Escrituras (TORAH) e que se condensou no Novo Testamento. Bem ao contrário, infelizmente, do se verificou e praticou até os nossos dias.
Quando em debate com os ISLÂMICOS, eu faço o seguinte DESAFIO:
1 - Onde nos EVANGELHOS E NOVO TESTAMENTO pode ser encontrada uma sequer aprovação aos pecados e crimes cometidos por pseudo-cristãos ao longo da História?
2 – E onde no ALCORÃO E TRADIÇÕES ISLÂMICAS existe uma única reprovação às atrocidades cometidas por Maomé e os seus “santos” abusadores de viúvas e órfãs???
É evidente que num debate, os temas, assim como as suposições a respeito são os mais variados, geram inúmeros mal entendidos; mas nada que a verdade e as Escrituras, sendo bem interpretadas, não esclareça.
Leva tempo; é desgastante; mas,  necessário.
.
3 - ÀS SAGRADAS ESCRITURAS:
Estes três grupos, no que diz respeito ao ataque à autenticidade e à infabilidade  das Escrituras bíblicas, têm uma argumentação em comum: elas seriam obras da Igreja Católica, assim como a Doutrina da Trindade.
Por DESINFORMAÇÃO ou por  (Como eu costumo dizer de alguns islâmicos.) mal intencionada informação, querem supor que o Cristianismo teria surgido com  Catolicismo. E se esquecem (Ou, quem sabe, não sabem?) da CONTRIBUIÇÃO (E TRADIÇÃO) DOS CRISTÃOS PÓS-APOSTÓLICOS E PRÉ-CATOLICISMO, no sentido de tempo, para a conservação da AUTORIA, DATA e dos próprios  27 livros que hoje compõem o NOVO TESTAMENTO.
E nem mesmo a Doutrina da Trindade se pode atribuir ao Catolicismo. Visto ter sido o termo e o conceito (que é bíblico) ter sido formulado por Tertuliano, teólogo africano, que morreu cerca de cem anos antes da fundação daquela religião.
OS ISLÂMICOS, usualmente, acusam a Bíblia de adulterações. A questão é que Maomé mentiu, ao se dizer predito na Torah e no Evangelho (ALCORÃO, Suras 7:157 e 61:6). E, biblicamente falando, o Islamismo não tem como provar o contrário. Pior para religião é que o profeta do Islam ainda se disse predito numa profecia (DEUTERONÔMIO 18:18) que se cumpriu em Jesus, 500 anos antes. O próprio Cristo deu testemunho disso (EVANGELHO DE 5:45-46); e os apóstolos também (LIVRO DE ATOS 3:22-24), inclusive, citando versículo da Torah.
Resta, portanto, aos islâmicos as incansáveis tentativas de desacreditar a Bíblia. Apelando, via de regra, para sites e argumentos ateus, em busca de subsídios (possível fosse) para as suas suposições.  E tudo o que eu disse e mais um outro tanto que fiquei sem dizer mostram A URGÊNCIA E A COMPLEXIDADE DO DESAFIO que se oferece à liderança da igreja cristã em nossos dias. Desafio no sentido de conscientizar os membros dos riscos da doutrinação islâmica e se habilitar, para saber responder aos questionamento desse e dos outros grupos. A ação dos islâmicos, especialmente, eu a vejo como a de um Golias apologético vociferando arrogâncias, suposições e questões (No geral, infundadas.)  contra um exército do Senhor acovardado. E são bem poucos os Davi.
E aqui, cabe, finalmente, acrescentar que não há nas Sagradas Escrituras (Leia-se: Bíblia.) uma sequer menção a Allah (O deus corânico.),  a Maomé, ao Alcorão, ao Islamismo e nem ao seu local de culto, a Caaba. A Bíblia não depende do Alcorão para ser o que é e já estava formada 500 anos de tal livro. Ela não o corrobora e nem precisa ser corroborada pelo. A Alcorão é que invoca textos bíblicos para a afirmação de sua suposta autoridade, plagiando-os, além de livros extra-bíblicos e até de literatura pagã. Logo, no que diz respeito às Sagradas Escrituras, torna-se UM IMPERATIVO saber refutar as suposições corânico-islâmicas, na tentativa de afirmar um deus (Allah.), um profeta (Maomé.), um livro tido por sagrado (O Alcorão.) e uma religião (O Islamismo.) que as mesmas NÃO reconhecem.
No meu RESPOSTA AO ISLÃ - Vol. 01, trato disso com pormenores. 
.
IV – INFILTRAÇÃO E INTIMIDAÇÃO.
Poucos sabem, mas, em alguns países islâmicos existe uma IGREJA SUBTERRÂNEA forte e em crescimento; enquanto que as poucas aceitas e legalizadas são fortemente controladas. Nessas últimas, agentes do governo acostumam-se  assistir aos cultos, forma de intimidar os pastores, censurar a pregação e desestimular conversões de  seus patrícios.
No Irã, por exemplo, há uma relativa liberdade de culto para alguns grupos étnicos, como os assírios e os armênios; visto que as reuniões são feitas em suas próprias línguas. Mas, quando se trata do farsi, idioma nativo e de reuniões voltadas para a conversão de irarianos, a INTIMIDAÇÃO se faz ostensiva.
Desde a tomada do poder pelo Regime Revolucionário Islâmico até a década passada, sabidamente pelo menos oito líderes cristãos foram mortos e os seus assassinos, estranhamente, não identificados. Estamos falando de líderes, conhecidos e com representatividade. O que pensar do número de conversos e de novos  conversos, sabendo-se que a chamada LEI DE APOSTASIA impõe a sentença de morte para os homens e a prisão perpétua para as mulheres?
Mesmo nas redes sociais, a tática INFILTRAÇÃO-INTIMIDAÇÃO se repete. Algumas vezes, quando em debate mais intensos, eu alguns dos irmãos envolvidos já recebemos ameaças: veladas, ostensivas em público e no privado.
.
V – PERSEGUIÇÃO RELIGIOSA.
De acordo com a MISSÃO PORTAS ABERTAS, “a perseguição religiosa ocorre quando aos cristãos são negados os direitos à liberdade religiosa;  a conversão ao cristianismo é proibida por conta de ameaças vindas do governo ou de outros grupos da sociedade;  são forçados a deixar suas casas ou empregos temerosos da violência que pode lhes sobrevir;  são agredidos fisicamente ou mortos por causa de sua fé;  são presos, interrogados e, muitas vezes, torturados por se recusarem a negar Jesus.” E no PERFIL DOS PAÍSES onde isso ocorre, numa lista de 50, a sua grande maioria é islâmica.
.
VI – MARTÍRIO.
Segundo estimativa da RÁDIO VATICANO, 90 mil cristãos foram mortos somente em 2016. Já a MISSÃO PORTAS ABERTAS, calcula em 250 milhões o número de cristãos perseguidos apenas nos 50 países da já referida LISTA. E esta engloba os maiores desrespeitadores dos Direitos Humanos no planeta.
Somemos a isso os seguintes números, do que anda ocorrendo fora deles, devido ao fator IMIGRAÇÃO: 500 mil mutilações genital na Europa; 450 casos de mulheres queimadas com ácido (Uma prática infeliz do Oriente islâmico.), somente num desses últimos anos na... Alemanha; 50 mil jihadista (Extremistas.) na Europa; onda de estupros na Suécia; e a Austria, tendo atingido 8% de islâmicos na sua população quer rever a sua política de Imigração. Já o  arcebispo de Estrasburgo - França, Luc Ravel, reconhece que os islâmicos afirmam com certa tranquilidade o seguinte: mais tempo ou menos tempo (Questão de duas ou três décadas, estimo.) toda a Europa será deles.
E quais as implicações disso para o resto do mundo? Sem falar nas centenas centenas (Ou milhares?) de templos cristãos fechados ou transformados em shopping Center, boates ou mesquitas.
A perseguição, cujo desfecho final é o martírio de cristãos e não cristãos, tende a sair daqueles países, para se instalar no berço histórico do Cristianismo (a Europa.). Mas, já não é mais coisa apenas de islâmicos. Na Europa, nas Américas e, particularmente no Brasil a moral judaico-cristã, as religiões, os seus símbolos e ritos sagrados tornam-se alvos. E surge um NOVO ELEMENTO (O sétimo aspecto.) desse ataque à fé cristã....
.
VII – A ICONOCLASTIA:     
É o que verificamos em algumas exposições artísticas, obras de dramaturgia e textos em circulação no Brasil. E, obviamente, toda uma mídia (A Global, mais veementemente.) se posicionando em favor de tais manifestações. Indiferente, claro!,  ao flagrante desrespeito aos cristãos e ao que estes consideram sagrado. Os artistas, autores, mentores  e ativistas, numa espécie de  conveniente protesto “político”, no geral, são não religiosos, ateus, satanistas(?) e, até, quem sabe, cristãos nominais ou apostatados.
Sim, eles debatem e se embatem contra os valores da moral judaico-cristã; todavia, num COMODISMO MUITO INCÔMODO. Pois esse suposto grito de liberdade não leva em conta direito à crença religiosa e a expressão (dos valores morais e espirituais) da mesma, tão somente quando se trata da fé cristã.
Para os tais eu deixaria o seguinte DESAFIO: se se acham tão livres e verdadeiros; tão convictos em suas posições e flertes, p.ex., com a Pornografia e a Pedofilia; por que não repetem a mesma iconoclastia para com os elementos, personagem e valores do  Islamismo?
Aqui a ousadia cai por terra. Talvez,  a lembrança do atentado à Charlie Hebdo os façam botar suas convicções “libertárias” no devido lugar de sua covardia. E, lógico, que sabem malandramente diferenciar um seguidor de Jesus Cristo de um autêntico seguidor de Maomé!
PRA ENCERRAR:
Quando se trata da MÍDIA ou do uso da mesma, principalmente as redes sociais, o discurso do ICONOCLASTA (Ateu, religioso ou não.) e do ISLÂMICO tenderá em minimizar e justificar (Possível fosse.) a sua militância anticristã. Tanto dentro da História quanto na atualidade. E a leitura política e historicista do Cristianismo institucionalizado, junto a desmoralização  da Igreja Católica e os inúmeros escândalos da evangélica, facilitam bastante as coisas. Mas somente até que a verdade se estabeleça sobre quem é Jesus, o que ele ensinou e sobre a pessoa do cristão verdadeiro. Saber responder aos mesmos implica no conhecimento do que pensam  e do que porque assim raciocinam. E tudo na perspectiva do que está predito e previsto nas Escrituras para esse FIM DOS TEMPOS.
Lamentavelmente, porém, eu tenho  que fazer minhas as palavras de Déa Fernandes (ECOANDO A VOZ DOS MÁRTIRES), no que diz um apenas desses fatores :
"É impressionante o nível de ignorância de muitos 'evangélicos formadores de opinião' acerca do mundo muçulmano. Vergonha total!"

(FIM) 



APÊNDICE 01.
URGENTE  (Aditivos Ao Texto Em Fevereiro de 2020):

"Como o carnaval sempre foi “cortina de fumaça” para os malogros sociais, perseguição muito maior se vislumbra equidistante da passarela do samba.Não havendo mais possibilidade de lançar Cristo na prisão, o intuito dos perseguidores da fé cristã é lançar os seus seguidores num presídio, isto porque, num país onde as inventadas “faces de Jesus” são motivo de ridicularização em releituras difamatórias para atacar cristãos, as “faces do profeta Mohammad” retratadas pelo alcorão e hadiths são PROIBIDAS de ser divulgadas publicamente.Quem se atreve nesse país NÃO-MUÇULMANO e LAICO a apresentar o Islã ortodoxo como inspirador para as mais violentas violações de direitos humanos recebe de “presente” de entidades religiosas adeptas da “religião da paz” a instauração de inquérito policial ou ação judicial.
(...)
Entidade muçulmana palestina luta judicialmente por “prisão” de pastor que critica o Islã:
A mais nova vítima da CENSURA ISLÂMICA que municia a ação denominada “jihad jurídica” por ativistas é o Centro Apologético Cristão de Pesquisa(CACP), que na pessoa do seu representante (...). O objetivo do inquérito que tramita na Delegacia Federal de São José do Rio Preto /SP é apurar a prática de delito de indução ou incitação à discriminação ou preconceito contra etnia, religião ou procedência nacional.

O pastor Martinez está sofrendo essa represália judicial pelo simples fato de denunciar as bases doutrinárias exaradas nos livros sagrados islâmicos que fundamentam ações violentas no mundo muçulmano e as atrocidades promovidas por seu profeta. Ou seja, por críticas dirigidas ao corpo doutrinário de uma “religião” e ao seu fundador, um pastor está respondendo a inquérito numa delegacia de Polícia Federal, mesmo não havendo nenhuma convocação a atos de violência contra muçulmanos ou qualquer ataque à pessoa dos religiosos."
Déa Fernandese, in Perseguição Aos Cristãos No Brasil: Da Passarela do Samba À Censura Islâmica Judicializada.

APÊNDICE 02:
(Um Ligeiro Apanhado dos Títulos de  Publicações de Alguns Islâmicos Nas Redes, Na Tentativa de Desacreditar A Fé Cristã):
.
1 - MOISÉS NÃO É O AUTOR DO ACTUAL PENTATEUCO.
2 - OS CRISTÃOS DE HOJE, ENTRARÃO NO PARAÍSO?
3 - PROFECIAS DA BÍBLIA APONTAM PARA O MUHAMMAD
Salmos A. Tabari
4 – AFIRMAÇÕES BÍBLICAS CONFIRMAM  QUE JESUS NÃO FOI CRUCIFICADO.
Divulga Islam
5 – POR QUE NÃO HÁ IGREJA QUE EXISTE DESDE O TEMPO DE JESUS?
6 – OS CRISTÃOS ODEIAM AS LEIS DE DEUS.
7 – A ADULTERAÇÃO DOS EVANGELHOS.
8 – QUEM REALMENTE ADORA A DEUS? OS CRISTÃOS OU OS MUÇULMANOS?
9 – O NOVO TESTAMENTO NÃO É CREDÍVEL.  
10 -  IGREJA PERMITE CASAMENTO GAY
Izequias R. Amade.
11 – CLÉRICOS INSURGEM-SE CONTRA DOUTRINAS CRISTÃS.
Rachide A. A. Macame.
12 – O QUE O MESSIAS DEVERÁ FAZER: Citaremos Apenas As Profecias.
Marcelo Oliveira M. Yusuf.
Nota:


Nessa  postagem, este  autor queria  “provar“ que Jesus teria fracassado. E, num acirrado debate comigo, confessou (Verdade, mentira?) ter sido pastor por trinta anos. Ele referia-se à Maomé (Mentiroso, como demonstrei; homicida; abusador de mulheres e criança; cruel qual os piores integrantes do Terror, segundo o apurado no próprio Alcorão e nas Tradições Islâmicas; e etc.) como o “amado profeta”. Trata-se do mesmo termo usado por uma “ex-cristã”, a qual, também em debate,  se identificava como filha de missionários. Uma jovem ativa nas discussões e que chegou a publicar artigos em defesa da religião; e um deles  (Pasmem-se!) defendendo a Poligamia. 
.
Vivemos em tempos trabalhosos e em que muitos se deixarão enganar por doutrinas de demônios e espíritos enganadores. E vemos, em toda parte do mundo e todos os setores da sociedade o crescimento e fortalecimento do espírito do Anticristo. 
Não deixe acontecer em sua casa, na sua comunidade e nesta nação.



APÊNDICE 03:
"A agenda segue ...
Quando vejo coisas do gênero, imediatamente me vem à mente os planos e ditos das mentes que elaboraram e fomentaram essas idéias há décadas ... veja aqui um exemplo disso em trechos das palavras de Michael Swift no seu artigo "Revolucionário Gay" escrito no século passado e compare com o que tem sido realizado nos dias atuais ...
---------------------------------------
“Vamos sodomizar seus filhos, emblemas de sua masculinidade débil, de seus sonhos superficiais e mentiras vulgares. Vamos seduzi-los em suas escolas, em seus dormitórios, nos seus ginásios, nos seus vestiários, nas suas arenas esportivas, em seus seminários, nos seus grupos de jovens, em seus banheiros do cinema, nos dormitórios do exército, em suas paradas de caminhão, em todos os seus clubes masculinos, nas suas casas do Congresso, onde quer que os homens estejam juntos a outros homens. Seus filhos se tornarão nossos subordinados e farão os nossos desejos. Eles vão ser recriados à nossa imagem. Eles irão nos desejar e adorar.”
“Todas as leis que proíbem a atividade homossexual serão revogadas. Em vez disso, serão aprovadas leis que gerarão o amor entre os homens.”
“Nossos escritores e artistas farão do amor entre os homens algo elegante e da moda, e vamos conseguir, porque somos hábeis em definir estilos. Vamos eliminar ligações heterossexuais através do uso de dispositivos de inteligência e do ridículo, dispositivos que somos hábeis em empregar.”
“A família como unidade de procriação se baseia em mentiras, traições, mediocridade, hipocrisia e violência — será abolida. A unidade familiar, que só refreia a imaginação e reduz o livre-arbítrio, deve ser eliminada. Meninos perfeitos serão concebidos e cultivados em laboratório genético. Eles serão unidos num cenário comum, sob o controle e instrução de sábios homossexuais.”
“Todas as igrejas que nos condenam serão fechadas. Nossos deuses são apenas jovens bonitos. Nós aderimos a um culto da beleza, moral e estética. Tudo o que é feio, vulgar e banal será aniquilado. Uma vez que estamos alienados das convenções heterossexuais de classe média, somos livres para viver nossas vidas de acordo com os ditames da pura imaginação. Para nós, demais não é suficiente.”
“Seremos vitoriosos porque estamos estimulados com a atroz amargura dos oprimidos que têm sido forçados a desempenhar, aparentemente, pequenos papéis em seu estúpido show heterossexual ao longo dos tempos. Nós também somos capazes de disparar armas e equipar as barricadas da revolução final.”
“Tremam, porcos heterossexuais, quando aparecermos diante de vocês sem máscara.”
---------------------------------------
Pelo que anda vendo ultimamente, você ainda acha que eles estão brincando?! Entendeu ou precisa desenhar?!
Neste artigo que publiquei há alguns anos está um descritivo mais completo e detalhado dessa agenda, aqui neste link: http://dcvcorp.com.br/?p=497"
Dionei Vieira

.
APÊNDICE 04:
https://www.facebook.com/IndiaDefenseNews/videos/1849537918690986/?hc_ref=ARSmdXp4I29qq23IAOSZfwxaxgsAR7KypQy5GXnv1J4L4_ctadL7Zq6fZsL7zdmyIFI&fref=gs&dti=340253852789599&hc_location=group

APÊNDICE 05 (Obs.: Se não abrir, copie e cole na página de busca do Google):
https://noticias.gospelmais.com.br/perseguicao-religiosa-cristaos-maior-historia-alerta-93267.html

APÊNDICE 06:
https://www.facebook.com/groups/Biblia.Alcorao/permalink/854490551365924/

APÊNDICE 07:

https://www.youtube.com/watch?v=up6uLY9z3WY&feature=youtu.be

Desperta, ó tu que dormes!

CARO LEITOR,
Atendendo às palavras de Jesus, "de graça recebestes, de graça dai", os artigos e os LIVROS DO AUTOR sobre o tema (Estes últimos num total de quatro, sendo dois em três volumes.) estarão sempre disponibilizados para leitura no blog e projeto MISSÃO IMPACTAR.
Compreendendo, porém, que a rolagem é um tanto deficitária, a obra pode ser adquirida no formato PDF (e-book), mediante oferta única de qualquer valor. Uma forma também de ajuda a este ministério.
PEDIDO e comprovação de pagamento (fotografia do extrato) para o seguinte e-mail:
m.madsaiin.ebook@gmail.com
.       
CONTA: 26620-1 - Agência 0087 - CEF (104) – Operação 013
Titular: Marcos Antonio Dias.
.
AGENDE

Palestras, testemunho (Culto de missões, etc.) e cursos, com aula semanal e duração mínima de três meses.


quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Vamos Comparar??? ASPECTOS DA FORMAÇÃO DO NT X A COMPILAÇÃO DO ALCORÃO: O Evangelho de Marcos e de Lucas, Numa Comparação Com A Compilação Atribuída À Zaid Ibn Thabit.

.
.


INTRODUÇÃO:
ISLÂMICOS DESINFORMADOS, tal como tem acontecido em discussões recentes no grupo Bíblia & Alcorão / Facebook, ousam questionar o Evangelho de escritores bíblicos. E no caso de MARCOS e LUCAS (Apenas aparentemente, conforme é o caso de Marcos.) por não terem sido os mesmos testemunhas oculares de Jesus. Mal sabendo os tais que o Alcorão (Ou a SOBRA do que ficou, diria IBN UMAR.) que o Islamismo hoje alega possuir seria produto de uma compilação. E uma compilação, a ZAID IBN THABIT, que leva, conforme vamos verificar, ENORME DESVANTAGEM em relação aos dois Evangelho. Faltando ainda acrescentar: além de Marcos e Lucas, o Cristianismo ainda tem o Evangelho de João e Mateus, duas testemunhas oculares. E que o islamismo hoje somente NÃO tem o Alcorão de IBN MASUD, o principal recitador que teria sido apontado por Maomé (BUKHARI, Vol. 05, pág. 96), assim como o de mais de uma dezena de outros recitadores-compiladores porque OS ALCORÃO FORAM QUEIMADOS, por ordem do terceiro califa, UTHMAN.
Lendo minhas obras, como RESPOSTA AO ISLÃ (O Que Todo Cristão Precisa Saber Sobre O Islamismo & Sobre A Sua Própria Fé) - Vol. 01 e o primeiro volume do meu MANUAL DEFESA DA FÉ CRISTÃ (Contra Os Ataques do Islamismo), o leitor poderá saber sobre a formação do NT e a compilação do Alcorão. No primeiro livro, eu faço a necessária comparação. E, ainda, ao final de ambos, listo minhas fontes de estudos e de pesquisa, caso alguém queira no assunto aprofundar-se.
Nesta série de artigos, focalizaremos a pessoa dos dois evangelistas bíblicos; para, ao final extrairmos um comparativo com o Zaid Ibn Thabit e sua compilação do Alcorão.
.
.
I - A TÍTULO DE ESCLARECIMENTO 01:
INFORMAÇÃO SOBRE MARCOS, O AUTOR DO EVANGELHO:
.
1 - Marcos era um jovem DISCÍPULO de Jesus, assim como tantos outros, além dos doze APÓSTOLOS.
Obs. :
Jesus NÃO teve apenas os doze apóstolos como discípulos, conforme testemunham os Evangelhos, o Livro de Atos e todo o NT.
DEMONSTRAÇÃO:
- “Quando chegaram, subiram ao aposento onde estavam hospedados. Achavam-se presentes Pedro, João, Tiago e André; Filipe, Tomé, Bartolomeu e Mateus; Tiago, filho de Alfeu, Simão, o zelote, e Judas, filho de Tiago.
Todos eles se reuniam sempre em oração, com as mulheres, inclusive Maria, a mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus.
Naqueles dias Pedro levantou-se entre os irmãos, um grupo de cerca de cento e vinte pessoas.”
(LIVROS DE ATOS 1:13-15)
.
2 - VAMOS COMPARAR?
ZAID IBN THABIT, o compilador o Alcorão também era jovem, quando Maomé teria recebido tal livro. Ora, se algum islâmico desinformado da compilação do Alcorão (Sobra do que teria ficado, disse Ibn Umar!) insiste em querer questionar Marcos, deveria questionar também o compilador do seu livro. Sabendo-se que Zaid Ibn Thabit foi CONTESTADO por Ibn Masud, o principal recitador que teria sido apontado por Maomé (Ibn Sad, “Kitab-Tabaqat al-Kabir, Vol. 02, pág. 444).
.
3 - DEMONSTRAÇÃO 02 E CONCLUSÃO:
- “Quando ouviram isso, os seus corações ficaram aflitos, e eles perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: "Irmãos, que faremos? "
Pedro respondeu: "Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo.
Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus chamar".
Com muitas outras palavras os advertia e insistia com eles: "Salvem-se desta geração corrompida! "
Os que aceitaram a mensagem foram batizados, e naquele dia houve um acréscimo de cerca de três mil pessoas.”
(2:37-41)
.
CONCLUSÃO:
Quando qualquer islâmico questiona o evangelista Marcos, demonstra desconhecer:
1 – O fato de que Jesus tinham outros discípulos, além dos DOZE apóstolos.
2 – O fato de que Jesus ordenou aos apóstolos e primeiros discípulos, como Marcos, a fazerem novos discípulos (EVANGELHO DE MATEUS, capitulo 28). E, logo, todo cristão autêntico é um discípulo de Jesus.
3 - O seu próprio Alcorão, uma vez que Allah alega (SURA 61:14) ter auxiliado os DISCÍPULOS de Jesus (e não apenas os apóstolos) e os feito prevalecer (Mas... como?). Embora, como tenho demonstrado, autor do Alcorão (que não pode ser Deus) sequer sabe sobre quem e o quê exatamente estava falando, ao referir-se à Jesus, à Torá, ao Evangelho, aos discípulos, às Escrituras bíblicas, etc. e etc.
.
E MAIS:
O Evangelho de Marcos somente chegou até os nossos dias, porque nenhum dos DOZE apóstolos, sendo contemporâneo de Marcos, mandou queimá-lo. Bem ao contrário do Alcorão do principal recitador apontado por Maomé (Ibn Masud) e de mais de uma dezena de outros, os quais foram QUEIMADOS pelo terceiro califa.
.
II - A TÍTULO DE ESCLARECIMENTO 02:
MAIS INFORMAÇÃO SOBRE MARCOS, O AUTOR DO EVANGELHO.
.
.
1 – MARCOS ESTAVA COM OS PRIMEIROS CRISTÃOS.
Ele morava em Jerusalém, certamente acompanhou os atos de Jesus, quando Este esteve na cidade. Na casa de Marcos casa reuniam-se os primeiros discípulos, entre eles os doze apóstolos. Foi pra onde se dirigiu Pedro, o principal dos apóstolos, quando liberto por um anjo prisão.
.
- “E, considerando ele nisto, foi à casa de Maria, mãe de João, que tinha por sobrenome Marcos, onde muitos estavam reunidos e oravam.” (LIVRO DOS ATOS DOS APÓSTOLOS 12:12)
.
2 – MARCOS ACOMPANHOU PAULO E BARNABÉ, QUANDO ESTES ESTIVERAM EM ANTIOQUIA ENSINANDO O EVANGELHO DE JESUS.
E CABE LEMBRAR:
FOI NAQUELA CIDADE, EM VIRTUDE DA PREGAÇÃO, QUE OS DISCÍPULOS FORAM CHAMADOS DE CRISTÃOS PELA PRIMEIRA VEZ (Livro dos Atos dos Apóstolos 11:26)
.
- “E Barnabé e Saulo, havendo terminado aquele serviço, voltaram de Jerusalém (PARA ANTIOQUIA), levando também consigo a João, que tinha por sobrenome Marcos”.
(LIVRO DE ATOS DOS APÓSTOLOS 12:26)
.
3 – MARCOS ESTEVE NA FASE INICIAL DA PRIMEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA QUE PAULO E BARNABÉ FIZERAM JUNTOS.
- “E, partindo de Pafos, Paulo e os que estavam com ele chegaram a Perge, da Panfília. Mas João, apartando-se deles, voltou para Jerusalém.” (LIVRO DE ATOS 13:13)
.
4 – MARCOS TORNOU-SE, MAIS TARDE, ASSIM COMO LUCAS, AUXILIAR DE PAULO:
- “Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério.” (SEGUNDA CARTA A TIMÓTEO 4:11)
.
5 – MARCOS TINHA POR PAI (ESPIRITUAL) E MENTOR O PRINCIPAL DOS APÓSTOLOS, PEDRO.
.
- “Aquela que está em Babilônia, também eleita, envia-lhes saudações, e também Marcos, meu filho.” (PRIMEIRA CARTA 5:13).
Nota:
Pedro, quando diz “Babilônia”, está se referindo à cidade de Roma, de forma figurada. A capital do Império Romano era conhecida pelo seu Paganismo e degeneração moral.
E a igreja cristã (Ou os cristãos que viviam em Roma, sem concordar, obviamente, com tais coisas.) estavam enviando uma saudação aos cristãos do mundo inteiro (Aos DISPERSOS, segundo 1:1.), para os quais foi dirigida a Carta.
E Pedro tem a Marcos,o Evangelista por filho (espiritual).
.
6 – VAMOS COMPARAR?
A – ZAID IBN THABIT, o compilador da sobra que teria ficado do Alcorão sequer é mencionado nominalmente no mesmo. Já Marcos, é mencionado no NT por Pedro, Paulo e Lucas, em seus escritos.
.
B – PEDRO, O PRINCIPAL DOS APÓSTOLOS tem ao evangelista Marcos por filho (espiritual); e PAULO, o tem por um auxiliar importante. (Vede versículos bíblicos já transcritos acima.)
MAS...
O que acontece com compilador do Alcorão???
IBN MASUD, O PRINCIPAL DOS RECITADORES APONTADO POR MAOMÉ contestou a compilação de Zaid ibn Thabit, chegando ao ponto de afirmar que o Alcorão de Zaid NÃO era o da recitação de Maomé:
"Gosto mais de ler (O ALCORAO) de acordo com a recitaçao dele (MAOMÉ), a quem eu amo, do que de ZAID IBN THABIT. (...) Eu aprendi setenta suras dos lábios do Apóstolo de Allah, enquanto Zaid era um jovem..." (PALAVRAS DE IBN MASUD, de acordo com IBN SA'D, no Kitab Tabaqat al-Kabir, Vol. 02, pág. 444.).
.
C – VALE SEMPRE ENFATIZAR:
Enquanto o EVANGELHOS BÍBLICOS, escritos no Século I, PERMANECEM dias de hoje, o Islamismo só não tem o ALCORÃO DO PRINCIPAL RECITADOR apontado por Maomé (Ibn Masud) e de outros mais de dez, simplesmente por quê??? Foram QUEIMADOS!
Conclusão: o islamismo não tem como dizer qual seria o verdadeiro.
Um dos que foram queimados? A SOBRA do que ficou???
.
7 – MARCOS, SEGUNDO PAPIAS, ESCRITOR CRISTÃO, DO SÉCULO II, TEVE POR FONTE DO SEU EVANGELHO UMA TESTEMUNHA OCULAR DAS MAIS IMPORTANTES: PEDRO, O APÓSTOLO.
.
Como é sabido por aqueles que conhecem o mínimo da História da Igreja, cristãos pós o tempo apostólico e pré-Catolicismo atestaram e conservaram (em seus escritos) AUTORIA E DATA dos livros que hoje compõem o NT.
E Papias (140 d.C.) cita Pedro como fonte para o Evangelho de Marcos.
Visto dessa forma, o Evangelho NÃO é uma compilação.
.
III - A TÍTULO DE ESCLARECIMENTO 03:
LUCAS X ZAID IBN THABIT, NUMA COMPARAÇÃO,
.
Extraído de RESPOSTA AO ISLÃ – Vol. 01:
.
“VI – QUEM OS ESCREVEU (NOVO TESTAMENTO, ALCORÃO E SUNA) TINHA MESMO CAPACIDADE PARA FAZÊ-LO?
A) Resposta 01 (N ovo Testamento):
Os critérios de escolha dos livros que formaram o Novo Testamento respondem bem essa questão:
a – Precisavam ter AUTORIDADE APOSTÓLICA; ou seja: os autores teriam que estar entre os apóstolos e primeiros discípulos ou ser pessoas diretamente ligadas aos mesmos. Por exemplo: segundo o escritor cristão, Papias (125 d.C.), o Evangelista Marcos teve no apóstolo Pedro a sua fonte para o que escreveu. Paulo foi companheiro de Barnabé, o qual também conheceu e teve contato com os Doze; tendo ainda o evangelista Lucas por companheiro de trabalho missionário. Pedro, nas próprias páginas do Novo Testamento, confere aos escritos de Paulo o caráter de inspiração divina, tal como faz em relação aos profetas do Antigo Testamento. E, no sentido contrário, o apóstolo João condena a filosofia gnóstica docentista em seus escritos; o mesmo faz Paulo na sua Carta aos Colossenses. Estranhamente, o Alcorão reproduz como se fosse uma “nova revelação” conceitos gnósticos sobre a crucificação, além de outras heresias surgidas a partir do Século II.
b - Precisavam ser UTILIZADOS PELA IGREJA CRISTÃ DESDE O PRIMEIRO SÉCULO. De modo que livros escritos depois da morte dos apóstolos ou partir o segundo século (Caso dos apócrifos.), não foram incluídos; embora alguns possuam inestimável valor documental e até informativo. Não foram os escritores que impuseram livros às igrejas cristãs; as igrejas é que reconheceram a inspiração divina nos livros, reconhecendo os seus autores e tais escritos como dignos de confiança.
c - Eram ENSINAMENTOS ORTODOXOS E TRANSFORMADORES DE VIDAS. Assim como os livros apócrifos, a filosofia gnóstica, proliferaria no século II. Nenhum livro do período foi escolhido. Mesmo que alguns autores e cristãos autênticos, ainda vivos nas primeiras décadas daquele século, caso de Clemente, Irineu e Inácio, tivessem conhecido ou convivido com algum dos Doze. O fato dos escritos de Clemente e Irineu (E nem mesmo de Inácio, que fora discípulo de João!) não constarem do Novo Testamento demonstra o crivo altamente seletivo da tradição que preservou a autoria e atestou (ou não) o fator inspiração divina na literatura cristã produzida no Século I.
B) Resposta 02 (Alcorão e Suna):
1 – COMPILADOR IMPOSTO E CONTESTADO. O compilador do Alcorão imposto ao Islã por Uthman foi contestado por Mas’ud, considerado pelo próprio Maomé como uma das principais autoridades, em se tratando do livro considerado sagrado pelo Islã.
2 – COMPILADOR DESCRENTE. O próprio Zaid descrê na sua capacidade para fazer a compilação e, vendo as dificuldades, alega ser mais fácil transportar montanhas de um a outro lado. E os motivos dele precisam ser seriamente considerados, visto não haver na Arábia uma tradição de escribas, como a já milenar e em nível de excelência, existente na Palestina daquela época.
3 – O TRABALHO DE ZAID EQUIVALERIA TECNICAMENTE AO DO EVANGELISTA E HISTORIADOR LUCAS (1:1-4 e Atos 1: 1-3).
a - O problema é que Zaid foi contestado por uma das principais testemunhas oculares e tida pelo “profeta” como autoridade máxima no assunto. Lucas, pelo contrário: foi cooperador de Paulo na sua obra missionária. E se Paulo teve seu trabalho reconhecido por Pedro, um dos principais entre os Doze, com Lucas, por extensão, acontece o mesmo. De forma que Pedro reconhece Paulo, que autoriza Lucas. Tal não aconteceu com Zaid ibn Thabit.
b - Além disso, há dois evangelhos atribuídos a um dos Doze: João e Mateus.
c - Assim como no tempo de Zaid, no tempo de Lucas existiu outras narrativas (orais ou manuscritas) sobre as palavras e feitos de Jesus Cristo. Tais narrativas, por certo que tiveram valor relativo e circulação restrita entre os cristãos; porém, não se tornaram de uso continuado e de larga utilização nas igrejas, através do tempo. Nem foram transcritas continuamente, até serem reunidas em códice, como o Sinaítico, Alexandrino e Vaticano. Todavia, não se tem notícias de que fossem execradas por um dos Doze ou que fossem queimadas pelos apóstolos. Já no que diz respeito ao Alcorão e às versões expurgadas do mesmo, as perguntas que ficam são as seguintes:
1 - Subtraiam e/ou acrescentavam versos ou suras inteiras?
2 - Havia alterações consideráveis, que os modificavam em sua inteireza ou essencialidade?
3 - Não eram autênticas ou seriam também “perfeitas cópias custodiadas no céu” (Ou na casa de Hafsah?), como se atribuiu à duvidosa versão de Zaid?
Mas somos informados por ibn Abi Dawud (Kitab al-Masahif) que a própria versão “perfeita”, sancionada por Uthman, sofreria modificações, feitas por Al-Hajjaj ibn Yusuf, sob as ordens do califa Abd al-Malik...”
.
(FIM)
.
APÊNDICE 01:
O TESTEMUNHO DAS ESCRITURAS SOBRE PAULO, DE QUEM LUCAS FOI COLABORADOR:
1 – JESUS:
- “E havia em Damasco um certo discípulo chamado Ananias; e disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! E ele respondeu: Eis-me aqui, Senhor.
E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e vai à rua chamada Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando;
E numa visão ele viu que entrava um homem chamado Ananias, e punha sobre ele a mão, para que tornasse a ver.
E respondeu Ananias: Senhor, a muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;
E aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.
Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel.
E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome.”

(ATOS DOS APÓSTOLOS 9:10-16)
.
2 – PEDRO, O PRINCIPAL DOS APÓSTOLOS:
-
“E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada;
Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição.”
(SEGUNDA CARTA 3:15-16)
.
3 – OS APÓSTOLOS E LÍDERES DA IGREJA EM JERUSALÉM:
-
“Então os apóstolos e os presbíteros, com toda a igreja, decidiram escolher alguns dentre eles e enviá-los a Antioquia com Paulo e Barnabé. Escolheram Judas, chamado Barsabás, e Silas, dois líderes entre os irmãos.
Com eles enviaram a seguinte carta: Os irmãos apóstolos e presbíteros, aos cristãos gentios que estão em Antioquia, na Síria e na Cilícia: Saudações.
Soubemos que alguns saíram de nosso meio, sem nossa autorização, e os perturbaram, transtornando suas mentes com o que disseram.
Assim, concordamos todos em escolher alguns homens e enviá-los a vocês com nossos amados irmãos Paulo e Barnabé,
homens que têm arriscado a vida pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo.”
(ATOS DOS APÓSTOLOS 15:22-26)
.
APÊNDICE 02:
O TESTEMUNHO DE IBN MASUD, O PRINCIPAL RECITADOR APONTADO POR MAOMÉ, SOBRE ZAID IBN THABIT:
.
"Gosto mais de ler (O ALCORAO) de acordo com a recitaçao dele (MAOMÈ), a quem eu amo, do que de ZAID IBN THABIT. (...) Eu aprendi setenta suras dos lábios do Apóstolo de Allah, enquanto Zaid era um jovem..."
(PALAVRAS DE IBN MASUD, 
de acordo com IBN SA'D, no Kitab Tabaqat al-Kabir, Vol. 02, pág. 444.).

O TESTEMUNHO DE IBN UMAR
SOBRE O ALCORÃO QUE O ISLAMISMO HOJE TEM EM MÃOS:
-  "Que nenhum de vós diga: Adquiri todo o Alcorão.
Como pode alguém saber que todo é esse, quando MUITO DO ALCORÃO DESAPARECEU?
Ao invés disso, diga: Adquiri O QUE SOBREVIVEU
(do Alcorão) ATÉ NÓS."
(As-Suyuti, AL-ITAQAN FII ULUM AL-QUR'AN, pág. 524.)
.
APÊNDICE 03:
MENÇÃO DE LUCAS, O EVANGELISTA  NAS ESCRITURAS:
.
“Saúdam-te Epafras, meu companheiro de prisão por Cristo Jesus,
Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores.
A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com o vosso espírito. Amém.”
(CARTA  DE PAULO  A FILEMON 1:23-25)
“Saúda-vos Lucas, o médico amado, e Demas.”
(CARTA AOS COLOSSENSES 4:14)
“Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério.”
(SEGUNDA CARTA A TIMÓTEO 4:11)
.
EM TERMOS DE CONCLUSÃO: Dá para comparar???
.
LINKS
(Caso não abra, copie e cole na página de busca do GOOGLE):
RESPOSTA AO ISLÃ (O Que Todo Cristão Precisa Saber Sobre O Islamismo & Sobre A Sua Própria Fé) – Vol. 01.
MANUAL DEFESA DA FÉ CRISTÃ (Contra Os Ataqeus do ISLAMismo) – Vol. 01.

 http://missaoimpactar.blogspot.com.br/2017/04/vol01-manual-defesa-da-fe-crista-contra_28.html

IMPORTANTE: